Categorias
Região Metropolitana

Luizão fala sobre suspensão de rodízio na RMC: “Uso consciente continua”

Deputado federal Luizão Goulart acredita que população contribuiu para o fim do rodízio

O rodízio no abastecimento de água da Sanepar que afetava Curitiba e região metropolitana chegou ao fim. Os reservatórios que compõem o Sistema de Abastecimento Integrado (SAIC) atingiram nível médio de 80,34% da capacidade com as chuvas de janeiro, antecipando a programação do fim do rodízio, previsto para março.

Diante disso, o deputado federal Luizão Goulart alerta para que as condições de uso consciente continuem fazendo parte da rotina da população. “A situação que enfrentamos nesses últimos meses foi bastante preocupante. Vi a Barragem do Rio Iraí, a da Cayuguava, o Rio Passaúna, e outros também, praticamente secos. As chuvas ajudaram, as obras da Sanepar também foram importantes, mas o uso consciente da nossa água é que deve ficar como legado para todos nós”, disse o deputado Luizão.

Segundo a Sanepar, mesmo que haja um novo cenário de estiagem, não está previsto um novo rodízio no abastecimento em 2022. Para Luizão, mesmo assim, o estado do Paraná precisa se manter em alerta. “Vamos continuar com banhos rápidos, fazer o reaproveitamento de água para lavar calçadas, acumular roupas para bater, entre muitas outras maneiras”, acrescentou o deputado federal.

Rodízio

Foram 649 dias de rodízio, implementado em março de 2020. Nesse período, o rodízio e todas as medidas implementadas junto à população geraram economia de 89,8 bilhões de litros de água. De agosto de 2020 a dezembro de 2021, dentro da Meta20, houve economia média de 17,17%.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.